terça-feira, 31 de agosto de 2010

"O AMOR NO TEMPO DO CÓLERA"




"Acabou pensando nele como jamais imaginara que se pudesse pensar em alguém, pressentindo-o onde não estava, desejando-o onde não podia estar, acordando de súbito com a sensação física de que ele a contemplava na escuridão enquanto ela dormia, de maneira que na tarde em que sentiu seus passos resolutos no tapete de folhas amarelas da pracinha custou a crer que não fosse outro embuste da sua fantasia.”

Gabriel García Márquez

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

O VINHO


"Gosto do tom vagaroso que o vinho impõe na conversa, do jeito malevolente que os passos tomam ao andar, do bafo quente e macio que passeia pela nuca, da disritmia causada pelas gotas sorvidas em descompasso. Gosto do tom rubro do vinho e do róseo das bochechas, do salivar de línguas. Viajo no torpor lúcido, como em câmera lenta. Gosto de sua companhia sempre calado, absorto, tinto, forte, amargo, viril. Não impõe limites, não delimita barreiras, não há montanha desbravada nem lagos gelados que me façam frio, nem som para a música que ouço - qualquer que seja o ritmo, me fará dançar e rodopiar sem sair do lugar. Acordo como num replay sem culpas, apenas com o gosto de prazer, mesmo que feito a um."

AUTOR DESCONHECIDO

NEM SEMPRE SOU IGUAL


Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
Mudo, mas não mudo muito.
A cor das flores não é a mesma ao sol
De que quando uma nuvem passa
Ou quando entra a noite
E as flores são cor da sombra.

Mas quem olha bem vê que são as mesmas flores.
Por isso quando pareço não concordar comigo,

Reparem bem para mim:
Se estava virado para a direita,
Voltei-me agora para a esquerda,
Mas sou sempre eu, assente sobre os mesmos pés -
O mesmo sempre, graças ao céu e à terra
E aos meus olhos e ouvidos atentos
E à minha clara simplicidade de alma ...

Alberto Caeiro

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

HOJE [2] LEVANTEI CEDO PENSANDO:


"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.

Tudo depende só de mim."

Charles Chaplin

VENTO NO LITORAL


De tarde quero descansar, chegar até a praia e ver
Se o vento ainda está forte E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora
Agora está tão longe
Vê, a linha do horizonte me distrai:
Dos nossos planos é que tenho mais saudade,
Quando olhávamos juntos na mesma direção Aonde está você agora
Além de aqui dentro de mim?
Agimos certo sem querer

Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo o tempo todo
Quando vejo o mar

Existe algo que diz:
- A vida continua e se entregar é uma bobagem
Já que você não está aqui,
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?
- Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora...

...


"Eu não sou tão triste assim, é que hoje eu estou cansada!!"


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

WHOLE LOTTA LOVE



" (...)
Way down inside
Honey, you need it
I'm gonna give you my love
I'm gonna give you my love

Wanna whole lotta love
Wanna whole lotta love
Wanna whole lotta love
Wanna whole lotta love

You've been learning
Baby, I been learning
All that good times
Baby, baby, I've been yearning"

HOJE.


HOJE EU ACORDEI CEDO.

ACORDEI EM MIM.

SORRINDO PELOS POROS

URRANDO PELO MUNDO.

EU NEM SEI O QUE TINHA ME FEITO FICAR TRISTE.

NÃO SEI, E NEM QUERO SABER.

O QUE EU QUERO?

ESTRAVAZAR

DA RIZADA

CAIR NESSA ESBORNIA

APROVEITAR CADA MOMENTO,

(ANTES QUE ELES SE APROVEITEM DE MIM)

HOJE EU ACORDEI CEDO

MAS NEM DEVERIA TER DORMIDO

AGORA JÁ SEI

SÓ VOU SONHAR ACORDADA!!





THAYSE MACEDO

terça-feira, 24 de agosto de 2010

ELA.




''Ela é mais que um sorriso tímido de canto de boca, dos que você sabe que ela soube o que você quis dizer. Ela fala com o coração e sabe que o amor, não é qualquer um que consegue ter. Ela é a sensibilidade de alguém que não entende o que veio fazer nessa vida, mas vive."


(Caio F.)

VODCA, LÁGRIMA E CAFÉ!


"De todos aqueles dias seguintes, só guardei três gostos na boca – de vodca, de lágrima e de café. O de vodca, sem água nem limão ou suco de laranja, vodca pura, transparente, meio viscosa, durante as noites em que chegava em casa e, sem Ana, sentava no sofá para beber no último copo de cristal que sobrara de uma briga. O gosto de lágrima chegava nas madrugadas, quando conseguia me arrastar da sala para o quarto e me jogava na cama grande, sem Ana, cujos lençóis não troquei durante muito tempo porque ainda guardavam o cheiro dela, e então me batia e gemia arranhando as paredes com as unhas, abraçava os travesseiros como se fossem o corpo dela, e chorava e chorava e chorava até dormir sonos de pedra sem sonhos. O gosto de café sem açúcar acompanhava manhãs de ressaca e tardes na agência, entre textos de publicidade e sustos a cada vez que o telefone tocava. porque no meio dos restos dos gostos de vodca, lágrima e café, entre as pontadas na cabeça, o nojo na boca do estômago e os olhos inchados, principalmente às sextas-feiras, pouco antes de desabarem sobre mim aqueles sábados e domingos nunca mais com Ana, vinha a certeza de que, de repente, bem normal, alguém diria telefone-para-você e do outro lado da linha aquela voz conhecida diria sinto-falta-quero-voltar. Isso nunca aconteceu."


Caio Fernando Abreu (sem Ana, blues).


segunda-feira, 23 de agosto de 2010

IMPOSSÍVEL??


Quando me veio o impossível, tratei de impossibilitar tudo mais que parecesse possível. Talvez um dia, eu reabilite as possibilidades outrora ignoradas. Talvez as ignore a cada dia, enquanto houver dia. Pois, afnal... tudo é possível, assim como o impossível. Impossível é saber mas possível é sonhar sonho o impossível, mas não tenho o que é possível Eu almejo o impossível. A cada manhã, uma nova oportunidade. Tornar a ver, rever, admirar tudo o que é mais belo, mais lindo, mais puro. Um olhar no espelho revela aquilo que é infinitamente... impossível



THAYSE MACEDO

LUA BONITA


Lua bonita,
Se tu não fosses casada
,
Eu preparava uma escada
Pra ir no céu te buscar
Se tu colasse teu frio com meu calor

Eu pedia ao nosso senhor

Pra contigo me casar

Lua bonita
Me faz aborrecimento
Ver São Jorge no jumento
Pisando no teu clarão
Pra que cassaste com um homem tão sisudo
Que come dorme faz tudo, dentro do seu coração?
Lua Bonita, Meu São Jorge é teu senhor,
E é por isso que ele "véve" pisando teu esplendor
Lua Bonita se tu ouvisses meus conselhos
Vai ouvir pois sou alheio,

Quem te fala é meu amor

Deixa São Jorge no seu jubaio amuntado
E vem cá para o meu lado Pra gente viver sem dor.


Raul Seixas Composição: Zé do Norte / Zé Martins

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

TRECHOS DE MADAME BOVARY


"... A cama era uma cama de casal de acaju em forma de barca. As cortinas de levantina vermelha que desciam do teto fechavam-se baixo demais, perto da cabeceira que se alargava; e nada havia no mundo de mais bonito do que sua cabeça morena e sua pele branca destacando-se sobre aquela cor púrpura quando, com um gesto de pudor, ela fechava os dois braços nus, escondendo o rosto nas mãos..."

(...)

"... Despia-se brutalmente, arrancando o fino cordão do seu corpete que lhe sibilava ao redor das ancas como o escorregar de uma cobra. Ia na ponta dos pés nus ver ainda uma vez se a porta estava fechada; depois, com um único gesto, deixava cair, juntas, todas as suas roupas; - e, pálida, sem falar, séria, abatia-se contra seu peito, com um longo estremecimento..."


Gustave Flaubert

A TRISTEZA PERMITIDA


Se eu disser pra você que hoje acordei triste, que foi difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava se exibindo lá fora e o céu convidava para a farra de viver, mesmo sabendo que havia muitas providências a tomar, acordei triste e tive preguiça de cumprir os rituais que faço sem nem prestar atenção no que estou sentindo, como tomar banho, colocar uma roupa, ir pro computador, sair pra compras e reuniões – se eu disser que foi assim, o que você me diz? Se eu lhe disser que hoje não foi um dia como os outros, que não encontrei energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de nada, você vai reagir como?

Você vai dizer “te anima” e me recomendar um antidepressivo, ou vai dizer que tem gente vivendo coisas muito mais graves do que eu (mesmo desconhecendo a razão da minha tristeza), vai dizer pra eu colocar uma roupa leve, ouvir uma música revigorante e voltar a ser aquela que sempre fui, velha de guerra.

Você vai fazer isso porque gosta de mim, mas também porque é mais um que não tolera a tristeza: nem a minha, nem a sua, nem a de ninguém. Tristeza é considerada uma anomalia do humor, uma doença contagiosa, que é melhor eliminar desde o primeiro sintoma. Não sorriu hoje? Medicamento. Sentiu uma vontade de chorar à toa? Gravíssimo, telefone já para o seu psiquiatra.

(...) nada de depressão


“Eu não sei o que meu corpo abriga/ nestas noites quentes de verão/ e não me importa que mil raios partam/ qualquer sentido vago da razão/ eu ando tão down...” Lembra da música? Cazuza ainda dizia, lá no meio dos versos, que pega mal sofrer. Pois é, pega mal. Melhor sair pra balada, melhor forçar um sorriso, melhor dizer que está tudo bem, melhor desamarrar a cara. “Não quero te ver triste assim”, sussurrava Roberto Carlos em meio a outra música. Todos cantam a tristeza, mas poucos a enfrentam de fato. Os esforços não são para compreendê-la, e sim para disfarçá-la, sufocá-la, ela que, humilde, só quer usufruir do seu direito de existir, de assegurar seu espaço nesta sociedade que exalta apenas o oba-oba e a verborragia, e que desconfia de quem está calado demais. Claro que é melhor ser alegre que ser triste (agora é Vinícius), mas melhor mesmo é ninguém privar você de sentir o que for. Em tempo: na maioria das vezes, é a gente mesmo que não se permite estar alguns degraus abaixo da euforia.

Tem dias que não estamos pra samba, pra rock, pra hip-hop, e nem pra isso devemos buscar pílulas mágicas para camuflar nossa introspecção, nem aceitar convites para festas em que nada temos para brindar. Que nos deixem quietos, que quietude é armazenamento de força e sabedoria, daqui a pouco a gente volta, a gente sempre volta, anunciando o fim de mais uma dor – até que venha a próxima, normais que somos.




Martha Medeiros

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

"Vago, solúvel no ar, fico sonhando...
E me transmuto... iriso-me... estremeço...
Nos leves dedos que me vão pintando
!"


**Mario Quintana**

MADRUGADA ...


... Azul sem luz, dias de brinquedo linda assim me veio e eu me entreguei Inocentemente, como um selvagem, como um brilho esperto dos olhos de um cão Amor, amor, diz que pode depois morde pelas costas sem querer
Amor, amor, assim como um leão caçando o medo

Meu caminho nesse mundo eu sei vai ter,
um brilho incerto e louco
Dos que nunca perdem pouco, nunca levam pouco
Mas se um dia eu me der bem, vai ser sem jogo

Amor, amor, fiel me trai e me azeda, me adoça e faz viver
Amor, amor eu quero só paixão sobre os segredos

Amor, amor, diz que pode depois morde pelas costas sem querer

Amor, amor, assim como um leão caçando o medo
Amor, amor eu quero só paixão fogo e segredos





CAZUZA

terça-feira, 17 de agosto de 2010

O destino é uma questão de escolha!


O pensamento tem poder infinito. Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade. Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória. Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo. Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade. Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano e filho dileto de DEUS. Positivo atrai positivo. Alegria chama alegria. Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trbalhar na direção de suas metas. Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma. É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações. Sem esforço não existe vitória. Ao escolher com sabedoria viver sua vida com otimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.

Pablo Neruda

SEMPRE


"Creio que quase sempre é preciso um golpe de loucura para se construir um destino."


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

COMO DIZIA O POETA



Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu
Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não
Não há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir
Eu francamente já não quero nem saber
De quem não vai porque tem medo de sofrer
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão
Quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada, não





"Nos outros eu sei onde se abriga o coracão, é no peito; em mim a anatomia ficou toda louca, eu sou todo coracão."


(Maiakovski)

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

HEDONISMO

...O hedonismo (do grego hedonê, "prazer", "vontade") é uma teoria ou doutrina filosófico-moral que afirma ser o prazer o supremo bem da vida humana





Hedonismo é Pecado?
Discordo. É felicidade fértil.
Felicidade que se esconde num sorriso, numa paisagem...
-
Em objetos que recriam sensações...
-
Na magia de um leve embriagar...
-
Na noite... Misteriosa e Surpreendente como só ela sabe ser...
-
No Amor ..E no Humor!
-
É ter a sensação de que se está apaixonado...
Sem saber por quê... Sem saber por quem...
É simplesmente se apaixonar pelo jogo cotidiano da Vida, essa Deusa de linhas tortas.
-
E quando você descobre alguém pra amar??
Existe Hedonismo maior? Não!
-
E quando esse certo alguém te corresponde...
Existe maior sorte no mundo? Não!
-
Reciprocidade de Sentimentos, eis o Hedonismo Mor.
-
Cheiros, texturas, histórias, literatura... Deixe-me horas largada nessa vibe!
-
Identificou o prazer?
-
Amar um ser incondicionalmente. Também é um fundamento.
-
A paixão por si próprio, a vaidade, a sensualidade...
A possibilidade de ser criatura dominada...
A possibilidade de saber que você domina...
Mesmo que por alguns segundos, mesmo alguns olhares, enquanto passa na rua...
Auto estima: existe Hedonismo sem isso?
-
Se fosse representado por uma cor seria vermelho.
Se fosse um gênero Feminino.
Se fosse uma parte do corpo humano, as mãos!
-
Hedonismo expresso na dança, no movimento dos corpos, dos ossos...
-
Expresso no Amor, na Paixão.
-
Repito: Não pode deixar de ser livre...
Defendendo seus ideais.
Vivendo e aprendendo a se jogar.
-
E não pode deixar de sorrir
-
Dessa forma o Hedonismo pode deixar de ser visto como Mero PECADO
-
Pra virar REDENÇÃO.

LIGAR OU NÃO LIGAR, Eis a questão


Uma dúvida que aterroriza a nossa existência feminina é o tal de ligar ou não ligar, eis a questão. Pior que isso, só aquela: será que ele vai ligar? Por que ele não liga?
Dúvida que destrói qualquer auto-estima... Até porque o não ligar alheio pode gerar outras questões avassaladoras, do tipo: Será que eu tenho algum problema? Ou será que ele está com algum problema?
Bom, depois de esgotar todas as possibilidades de problemas com a gente, começamos teorizar sobre os problemas com eles. Ah, vai ver ele está ocupado. Será que ele está doente? Será que aconteceu alguma coisa? Será que está tudo bem? Meu Deus, ele foi seqüestrado por extra-terrestres verdes com bolinhas cor-de-rosa, do planeta. A mente voa. Aí entra o especialista. Greg Behrendt, consultor de "Sex and the City" e autor dos livros "Ele Simplesmente não está Afim de Você" e "Termina Quando Acaba". Segundo ele, se o cara não ligou é porque não está afim. Ele explica que os homens têm dificuldade de lidar com rompimentos (quando são eles que entram com o pé) e de dispensar uma mulher, então eles simplesmente somem.
Depois ele diz que o homem é que tem de ligar. A justificativa é a pior possível, mas talvez faça sentido. Behrendt diz que o homem tem que tomar a iniciativa, uma vez que é um instinto dele. A minha opinião é que nada mais é do que a manutenção de um instinto primata de conquista. Na boa, não tenho paciência para os primatas, senão estaria namorando com o King Kong, que pelo menos tinha sentimentos.
Óbvio que eu gostaria de ser conquistada, mas nada daquela coisa de chegar um brutamontes com um tacape de madeira, me dar uma bordoada na cabeça e me puxar pelos cabelos. A imagem é a pior possível, mas ainda acontece.
O que tem demais eu ligar para o cara para dizer oi e, a partir daí, verificar de maneira civilizada qual que é? Se houver abertura, beleza. Se não houver, bons amigos, sem ressentimentos. Evitar confusões, mal-entendidos, expectativas e, o mais importante, a preservação da nossa auto-estima (se você não quer, tem quem queira).
Outra coisa me ocorreu agora. O fato de ligarmos para um cara não significa que estamos apaixonadas por ele. Mas que, por incrível que pareça, encontramos alguém que gostaríamos de conhecer melhor. A partir daí, cada um, cada um.
Afinal, nada nessa vida tem obrigação de dar certo. Mas é preciso investir um mínimo de esforço para se obter resultados, independentemente de serem bons ou ruins.

EU VOU LIGAR!!

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

SÃO TANTAS AS VONTADES.


Essa vontade, que pulsa dentro de mim, percorre o meu corpo, regula meus sentidos, controla minhas sinapses. Não sei de onde ela vem e pra onde vai. Sei que é rápida, furiosa e tem pressa. Vai me levar onde ela quer.

Na marra. Ela não só direciona meu olhar, meus passos e trejeitos. Também bombeia meu sangue. Ela mexe a minha boca e faz vibrar minha garganta. Quando dou por mim, já falei o que não queria. Mas eu não tenho vez. Ela não deixa. Quando vejo, já escrevi. Ela controla meus dedos. Revela meus segredos. Ela é teimosa e tem força.

E ainda tem graça. Ela não perde a pose! Essa vontade que pulsa dentro de mim percorre o meu corpo, regula meus sentidos, controla minhas sinapses, bombeia meu sangue e é rápida, furiosa e apressada. Vai me levar onde ela quer: até você.

ALÉM DE TUDO BIÓLOGA!


MAIS UM SONHO REALIZADO
MAIS UMA LUTA VENCIDA
OBRIGADA AO MEU DEUS
E A TODOS QUE ESTIVERAM COMIGO.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

DESVARIO!


Me ajuda que hoje eu tenho certeza absoluta que já fui Pessoa ou Virginia Woolf em outras vidas, e filósofo em tupi-guarani, enganado pelos búzios, pelas cartas, pelos astros, pelas fadas. Me puxa para fora deste túnel, me mostra o caminho para baixo da quaresmeira em flor que eu quero encontrar em seu tronco o lótus de mil pétalas do topo da minha cabeça tonta para sair de mim e respira raliviado e por um instante não ser mais eu, que hoje não me suporto nem me perdôo de ser como sou sem solução"

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

F i z e r a m A c r e d i t a r !!!


Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada.

Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: A gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia é só mais agradável.

Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.

Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.

Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.

Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém"

(John Lennon)

EU, MODO DE USAR:


Pode invadir ou chegar com delicadeza, mas não tão devagar que me faça dormir. Não grite comigo, tenho o péssimo hábito de revidar. Acordo pela manhã com ótimo humor mas ... permita que eu escove os dentes primeiro. Toque muito em mim, principalmente nos cabelos e minta sobre minha nocauteante beleza. Tenho vida própria, me faça sentir saudades, conte algumas coisas que me façam rir, mas não conte piadas e nem seja preconceituoso, não perca tempo, cultivando este tipo de herança de seus pais. Viaje antes de me conhecer, sofra antes de mim para reconhecer-me um porto, um albergue da juventude. Eu saio em conta, você não gastará muito comigo. Acredite nas verdades que digo e também nas mentiras, elas serão raras e sempre por uma boa causa. Respeite meu choro, me deixe sózinha, só volte quando eu chamar e, não me obedeça sempre que eu também gosto de ser contrariada. ( Então fique comigo quando eu chorar, combinado?). Seja mais forte que eu e menos altruísta! Não se vista tão bem... gosto de camisa para fora da calça, gosto de braços, gosto de pernas e muito de pescoço. Reverenciarei tudo em você que estiver a meu gosto: boca, cabelos, os pelos do peito e um joelho esfolado, você tem que se esfolar as vezes, mesmo na sua idade. Leia, escolha seus próprios livros, releia-os. Odeie a vida doméstica e os agitos noturnos. Seja um pouco caseiro e um pouco da vida, não de boate que isto é coisa de gente triste. Não seja escravo da televisão, nem xiita contra. Nem escravo meu, nem filho meu, nem meu pai. Escolha um papel para você que ainda não tenha sido preenchido e o invente muitas vezes.

Me enlouqueça uma vez por mês mas, me faça uma louca boa, uma louca que ache graça em tudo que rime com louca: loba, boba, rouca, boca ... Goste de música e de sexo. goste de um esporte não muito banal. Não invente de querer muitos filhos, me carregar pra a missa, apresentar sua familia... isso a gente vê depois ... se calhar ... Deixa eu dirigir o seu carro, que você adora. Quero ver você nervoso, inquieto, olhe para outras mulheres, tenha amigos e digam muitas bobagens juntos. Não me conte seus segredos ... me faça massagem nas costas. Não fume, beba, chore, eleja algumas contravenções. Me rapte! Se nada disso funcionar ... experimente me amar!

Martha Medeiros

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

PARA UMA MENINA UMA FLOR....


Acorda pra cuspir Menina!
Que bode é esse?!
Te pego
Te entrego
Eu te levo pro gramado
O orvalho esverdeado
E eu de cá do outro lado

Acorda pra cuspir menina!
Que tá chegando a madrugada
E você já devia estar chegando em casa
Eu quero te ver de manhã
No meio da rua
Na minha e na sua
Até a hora que a lua resolva nascer

Gal Costa

MAHATMA GANDHI


Pegue um sorriso e doe-o a quem jamais o teve.
Pegue um raio de sol e faça-o voar lá onde reina a noite.
Descubra uma fonte e faça banhar-se quem vive no lodo.
Pegue uma lágrima e ponha-a no rosto de quem jamais chorou.
Pegue a coragem e ponha-a no ânimo de quem não sabe lutar.
Descubra a vida e narre-a a quem não sabe entendê-la.
Pegue a esperança e viva na sua luz.
Pegue a bondade e doe-a a quem não sabe doar.
Descubra o amor e faça-o conhecer ao mundo"



MINHA MENSAGEM DE AMOR!


Os Livros na estante já não tem mais tanta importância
Do muito que li, do pouco que eu sei, nada me resta
A não ser, a vontade de te encontrar
O motivo eu já nem sei, nem que seja só para estar, ao seu lado,
Só pra ler, no seu rosto
Uma mensagem de Amor
Uma mensagem de Amor

A noite eu me deito, então escuto a mensagem no ar
Vagando entre os astros, nada me move nem me faz parar
A não ser, a vontade de te encontrar
O motivo eu já nem sei, nem que seja só para estar ao seu lado,
Só pra ler no seu rosto
Uma mensagem de Amor


Uma mensagem de Amor Uma mensagem de Amor Uma mensagem de Amor
Uma mensagem de Amor Uma mensagem de Amor Uma mensagem de Amor

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

É SÓ QUERER...


Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso ás vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez' "


caio fernando de abreu

terça-feira, 3 de agosto de 2010



"Fiel à sua lei de cada instante
Desassombrado, doido, delirante
Numa paixão de tudo e de si mesmo."

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

O MEU AGORA!


É preciso virar cinzas para nascer de novo.
É preciso morrer, renunciar, dizer adeus, partir de onde se está.

Só assim a vida se transforma. Só assim abre-se espaço para o novo.
Porque a verdadeira novidade reveladora não chega de fora.

Ela vem de dentro d’alma.

Surge de uma parte sua que você nem sabia que existia.
Talvez ressurja de um passado remoto.

Da infância, tempo das liberdades e das fantasias...
É por isso que é preciso virar cinzas para nascer de novo.

E não que isso seja a solução definitiva para todos os seus problemas.

É apenas um novo e importante passo.

Imprescindível para que, dali adiante, você possa morrer de novo e renascer tal qual a fênix, e resgatar outra alegria perdida, aprender uma nova lição.

Afinal, assim como a vida da gente anda, as ondas do mar sempre morrem na areia.

E nunca são iguais.

domingo, 1 de agosto de 2010

DIA DO ORGASMO (Todos os Dias)


Degusta-me


Degusta-me bem devagar.
Hoje quero teu carinho.
Me faz beber, te ver, dançar,
que eu tiro a roupa do teu caminho.

Grudemos os nossos corpos,
os nossos dedos descendo então.
Cabelos, pescoço, tronco,
unhas e línguas,
beijos e mãos.

A unha suave,
o arrepio.
Massagem e pele,
não dê um pio.

Quero gemidos, sorriso e tempo.
O vento leve na água a frio.
Calor crescendo dentro da pele,
vontade louca de entrar lá.

Entremos devagarinho.
Buraco negro do infinito.
Dançando em cima,
meu corpo, insisto.
E você embaixo,
crescendo o ritmo.

Acelerando,
agora é fúria,
tesão, encanto,
amor, luxúria.

Gozemos juntos,
vem, meu amor,
te quero sempre,
com muito ardor.