segunda-feira, 11 de julho de 2011

FALANDO DE MÚSICA: DEVIRÍNEOS E MOLECULARES



A Deviríneos & Moleculares existe desde junho de 2007, é formada por amigos que se conheceram em Alagoinhas. O nome tem relação com alguns conceitos filosóficos e com uma certa utilização banalista destes.
1. Devir e Devirineo: O devir é algo que está em permanente processo. Pode se chamar também de vir-a-ser. Então se dissermos: "Gilnei vem a ser (tem se tornado) um molecular" isto quer dizer que Gilnei está num processo de devir. Foi assim que o próprio Gilnei inventou o conceito de Devirineo. Devirineo é quem está mudando o tempo todo, assumindo várias formas, estilos, atitudes e etc. Um perpetuo torna-se.
2. Molecular: O molecular é algo que expressa a singularidade. Ao invés de buscar a totalidade, a generalidade das coisas. Se num acontecimento se busca sua totalidade o molecular busca a singularidade deste. Se tratamos da revolução, não é em seu carater universal, que teria que atingir todo o globo terrestre a um só tempo, numa totalidade inatingível. Mas sim nas pequenas ações rebeldes e moleculares. O molecular vai contra o molar (total). Neste sentido o molecular Gilnei se definiu também como um molecular, pois quer singularizar seu modo de ser, sua maneira de existir e revolucionar.
3. Devirineo e Molecular: Quando da criação de seu perfil no Orkut, no famoso campo "quem sou" o nosso honorável Gilnei se definiu como "devirineo e molecular", produzindo assim um processo humoristico de devir molécula em todos aqueles que o visitavam no aferido site de relacionamento. Este acontecimento, na sua importancia singular - e por isso - molecular, nos inspirou e pela potencia desencadeada pelo nosso honorável Gilnei assim denominamos a banda: "Devirineos e Moleculares".

Fonte: http://devirineos.blogspot.com/


Vamos curtir o som??? 

2 comentários:

  1. Me atualizei!!! Já li tudo q tinha perdido metropolitanamente!!! hehehehehehehe

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkk é bom atualizar mesmo!!! :P

    ResponderExcluir